Iluminação controlada por smartphones, ar-condicionado acionado pelo morador que está a quilômetros do apartamento, cortinas que reagem às luzes externas…

Se você chegou até aqui, provavelmente conhece maior parte do potencial que as casas inteligentes despertam nos consumidores.

Embora a Domótica – tecnologia de automação de sistemas residenciais – possua mais de 30 anos de existência, sua popularização é recente. Apenas nas últimas duas décadas, que as casas inteligentes expandiram seu mercado, associado ao crescimento da tecnologia wireless.

Desta forma, os complexos sistemas cabeados se tornaram acessíveis em preço, tecnologia e usabilidade, garantindo alto valor para o integrador.

Hoje, as principais fabricantes fornecem tecnologia que associam alto conforto ao consumidor e qualidade para os serviços de seus integradores. Com isto, as casas inteligentes se tornam um produto cada vez mais conceituado e levado em conta em construções e reforma.

Existe um grande potencial represado para novas instalações: a Aureside estima que existam cerca de 2 milhões de casas no Brasil.

Diante deste cenário, você está preparado para se tornar um integrador de automação residencial?

Nesta postagem, daremos quatro excelentes motivos para abrir sua empresa de automação residencial hoje mesmo.

É UM INVESTIMENTO RENTÁVEL E DE BAIXO RISCO?
Arquiteto e engenheiros projetando casas inteligentes

As soluções em automação residencial são um investimento com um ótimo retorno para empresas do segmento de construção civil. Os atuais sistemas domóticos são tecnologias de desempenho bastante confiável para a criação de projetos de casas inteligentes.

Não importa o seu tamanho: as soluções oferecem ampla flexibilidade para a construção de seus projetos de casas inteligentes.

Hoje, o Brasil conta diversas empresas fabricantes, muitas associadas às grandes empresas internacionais. Com isto, os equipamentos possuem múltiplos protocolos de interoperabilidade – atributo essencial para conexão entre objetos inteligentes – e conectividade.

As soluções para casas inteligentes são muito diferentes do passado, com baixa complexidade de instalação e manutenção ao integrador. Hoje, não são não necessários endereçamentos complexos ou conhecimento avançado em programação de interfaces.

Já dispomos de softwares para programação, aplicações mobile de ativação em cenas e automação wireless, o que torna a instalação mais fácil e acessível ao usuário final.

Por outro lado, o potencial consumidor de automação já está bastante adaptado às interfaces utilizadas para automação. Tablets e smartphones já fazem parte do contexto de usuários, o que facilita a integração de casas inteligentes e usuários.

Além disso, o mercado está muito longe de estar saturado. Segundo a Aureside, são cerca de 2 mil profissionais formados em seus cursos de integradores e 700 empresas nesta área.

Desta forma, a automação residencial se torna rentável e almeja uma segmentação de mercado cada vez mais ampla aos integradores de automação.

QUAL É O VALOR DA AUTOMAÇÃO RESIDENCIAL PARA CLIENTES HOJE?
Funcionalidades de Casas Inteligentes

O valor da automação residencial é completamente diferenciado em relação aos clientes dos primeiros sistemas de smart home.

As casas inteligentes tem um apelo bastante diferente do passado, quando eram vistas como um itens de alto padrão ao projeto de residências. Os antigos sistemas – automação cabeada, em sua maioria – tinham alto custo de instalação para o cliente, limitando o escopo de público-alvo.

Hoje, o perfil de consumidores leva em conta novos fatores, com uma preocupação muito maior pela origem e desempenho de seus produtos.

Em primeiro lugar, a sustentabilidade é um fator de alta relevância para escolher produtos ou se associar a uma marca específica.

A contenção de impactos do consumo humano sobre o meio-ambiente é um dos maiores atributos das casas inteligentes. Em um mesmo sistema de automação integrado, seus projetos podem reduzir significativamente o gasto energético com iluminação e ar-condicionado.

Não menos importante, com o surgimento da automação wireless, o custo para aquisição de casas inteligentes é muito mais acessível.

Para novas construções, o custo não representa 2% do investimento inicial. Em níveis mais avançados, o custo de automação é estimado de R$ 15 mil reais atualmente.

Existem mercados indiretamente ligados a automação que podem ser explorados pelos seus serviços. O setor de segurança residencial possui diversos consumidores acostumados com produtos de conectividade e gerenciamento remoto, como câmeras IP e alarmes.

É uma oportunidade para que os integradores ofereçam plataformas agregadas, com gerenciamento de outros pilares – iluminação, climatização, áudio e vídeo, cortinas motorizadas.

Não menos importante, as casas inteligentes trazem acessibilidade aos projetos residenciais. Com múltiplas interfaces de acesso, a automação reduz a necessidade de deslocamentos de idosos e portadores de necessidades especiais em casa.

QUAL É O FUTURO DO MERCADO DE CASAS INTELIGENTES?

Por contar com um produto e consumidor preparados, as casas inteligentes terão grande expansão nos próximos anos. Investir agora é a melhor forma de acompanhar as tendências que se seguiram, consolidando sua posição de integrador de automação.

Em termos de tecnologia, uma tendência surgida com a maturação do clientes será a crescente utilização de soluções autônomas, do-it-yourself.

Estes produtos permitem que o próprio consumidor crie sua própria casa inteligente, por meio de hubs e aparelhos conectáveis, como as luminárias de bulbo. Estes aparelhos IoT são conectados por meio de aplicativo, bluetooth ou centrais multiprotocolos.

Devido às grandes marcas americanas e europeias atuarem por meio de ecossistemas, centenas de empresas produzem dispositivos e periféricos que se integram às centrais de solução.

O mercado brasileiro ainda não possui soluções similares, mas é uma tendência clara que as fabricantes nacionais caminhem em direção à protocolos mais universais.

Se por um lado, isto possa diminuir a função do integrador como instalador exclusivo, pode criar novos modelos de negócios como representantes de marca, suporte e assistência técnica.

A prestação de serviços para usuários é outra tendência crescente para integradores de automação.

Como ressaltamos em artigos anteriores, a automação wireless permite criar novos modelos de negócio voltados para outros nichos, como condomínios e escritórios. Em geral, observamos novos possíveis negócios como:

  • Aluguel de equipamentos para condomínios;
  • Monitoramento e instalações de segurança residencial;
  • Automação corporativa em geral.

Além de novos segmentos, os fabricantes de automação podem fornecer novos serviços associados ao seu produto, como garantia estendida e monitoramento de desempenho, que podem ser incluídos em seu portfólio de serviços.

QUANTO ÀS CASAS INTELIGENTES PODEM CONTRIBUIR PARA INSTALADORES, ARQUITETOS E DESIGNERS?

Sem dúvidas, dominar a instalação de casas inteligentes será um requisito essencial para os novos profissionais de construção civil.

A sustentabilidade é uma das prioridades no setor hoje, considerado de alto impacto para o meio ambiente. A tendência em recuperar os custos e desgaste da natureza com eficiência no consumo energético de longo prazo pelos usuários de casas inteligentes.

Na função de integradora, as empresas podem fornecer métodos comprovados de eficiência energética em sua proposta de valor, de forma customizada ao usuário.

Principalmente em mercados saturados, como a climatização por HVAC. Há vários anos, o custo de instalação de ar-condicionados tem reduzido, grande parte devido a produtos muito similares e instaladores não-profissionais.

Tudo isto em um cenário que as vendas de ar-condicionados continuam elevadas, mesmo com um cenário econômico desfavorável!

No segmento de áudio e vídeo, as margens pequenas de preço e os produtos de baixa qualidade para instaladores também tem prejudicado o lucro deste setor. Isso sem falar em produtos clandestinos e sem garantia, que prejudicam usuários.

A melhor resposta para estas dores dos clientes, são dois dos principais valores que as soluções de fornecem: diferenciação e exclusividade.

Com um projeto de automação, seus serviços serão integrados com os demais sistemas domóticos, habilitando cenas. Em conjunto aos dispositivos de automação, seu cliente estará apto para programar o funcionamento de casa e apostar nas mais diversas combinações de uso.

Seja configurando sua sala para sessão de cinema ou agendando o funcionamento de toda casa quando chegar. Toda uma residência será automatizada e controlada por aplicativos.

Caso seja um designer ou arquiteto, as casas inteligentes serão um excelente aliado para projetos de arquitetura sustentável. Os recursos como a dimerização de LED permitem planejamento sofisticado para ambientes, sem abrir mão da economia direta na conta.

CONCLUSÃO
Casa Inteligente

Que tal começar o ano com uma nova oportunidade para incrementar seus negócios?

Nesta postagem, mostramos como os projetos de casas inteligentes são um negócio rentável para profissionais de automação.

A expectativa é que o mercado mundial de casas inteligentes alcance o valor de 79 bilhões de dólares até 2022. Embora o mercado brasileiro esteja estável, seu crescimento será evidente com o reaquecimento do setor de construção neste período.

No entanto, para aproveitar as oportunidades que surgirão, será necessário qualificação técnica e profissional para sua empresa.

Não existe melhor maneira do que se tornar um integrador de automação residencial. Através de cursos oferecidos pelas associações e empresas fabricantes, você receberá capacitação para instalação, manutenção e comercial para o seu negócio.

Fonte: NeoControl

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *