Viver em regiões muito frias pede uma casa estruturada para suportar as baixas temperaturas. Não há nada pior do que sair de uma cama quentinha pela manhã, colocar os pés no chão e sentir aquele piso gelado que desperta qualquer um. Além do choque térmico, a casa se torna ainda mais gelada e sem conforto. Dessa forma, pensar bem em como revestir cada cômodo é essencial durante o seu projeto residencial. Com a ajuda da arquiteta e urbanista Sara Bizzo Barros, separamos algumas dicas sobre os tipos de revestimento ideais para o chão do seu lar permanecer sempre bem quentinho e aconchegante.

Primeiro é importante entender que os chamados pisos quentes nada mais são que mau condutores de calor. Isso significa que existe pouca passagem de calor, pois esta fica retida na superfície e, sendo assim, há um equilíbrio entre a temperatura do corpo e a do piso. “Para ambientes frios em que se quer ter um maior conforto térmico, as opções de pisos quentes são as mais aconselhadas”,afirma Sara. Indicados para as chamadas ‘áreas secas’ como quartos, salas e circulações, esse tipo de revestimento garante um ambiente agradável em qualquer temperatura do ano. Mas quais seriam as opções?

Madeira

O piso de madeira é nobre, além de conferir elegância ao ambiente, pode ser muito versátil. Ele pode ser encontrado em madeira maciça, aquela mais rústica ou tratada, podendo ter acabamento em verniz fosco ou brilhante. Há uma variedade de formas e tipos para aplicação, como assoalho (réguas de madeira tratadas para piso), parquet (piso em formato quadrado que se assemelha a um mosaico de tacos), tacos (feitos de madeira maciça e vendidos por unidade), piso de madeira de demolição (ideal para quem quer um estilo rústico) e carpete (seu resultado final assemelha-se ao do laminado, entretanto há diferença entre a sua espessura, durabilidade e forma de aplicação). Seu desempenho térmico é garantido, ou seja, mantém a temperatura sempre agradável ao toque. A limpeza e a manutenção é bem tranquila, como uma aspiração ou simplesmente uma vassoura. Produtos de limpeza, contudo, devem ser próprios para madeira, assim você conserva a qualidade do material.

Laminados

Para quem pensa na relação custo x benefício, os laminados podem ser a escolha mais acertada, pois no visual eles não deixam a desejar em nada comparados ao piso de madeira. Resistência e praticidade na instalação são características deste produto, que são mais indicados para ambientes internos. Em regiões frias, cumpre bem o seu papel de isolante térmico, deixando o ambiente bem aconchegante. Os laminados podem ser encontrados em lojas especializadas nas opções com ou sem textura e vinco. E não para por aí: se a ideia é mudar o visual da sua casa, os laminados podem ser aplicados por cima de um piso já existente. Perfeito, não?

Bambu

É comum pensar que o bambu veio para imitar a madeira quando, na realidade, veio para substituí-la. Esse tipo de piso tem ganhado cada vez mais destaque na decoração de interiores pela sua resistência à umidade e o fator ecológico. O bambu regula bem a temperatura interna da casa, além de ser também um isolante acústico.

Opções para áreas úmidas

Se a ideia é revestir toda a casa com um piso mais quentinho, a profissional indica uma saída bem eficiente para os ambientes “molhados”, como banheiro, lavabos e cozinhas: os pisos térmicos. “É uma ótima opção para ambientes frios. São instalados cabos calefatores que geram energia (calor) sob o piso de um ambiente e esse calor gerado é transmitido para o cômodo pelo revestimento do piso, produzindo um aquecimento saudável. O acionamento e a temperatura são controlados por meio de um termostato”, explica a arquiteta. A instalação é feita por ambiente onde há a colocação de um termostato em cada cômodo, entretanto, com ressalvas. “Só não se deve instalar dentro do box, nos patamares e escadas de acesso à banheira”, finaliza.

Fonte: Leroy Merlin

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *